The Cursed Bastards - A Pegada do Psychobilly Californiano para o Psycho Carnival

Divulgação/Whitaker Foto

A banda norte-americana The Cursed Bastards é uma dos estreantes na 19ª edição do Psycho Carnival. O trio californiano, formado em 2013 por Eddie YoungBlood (baixo e vocal), Dave Ratz (guitarra e backing vocal) e Anthony Puke (bateria) vem pela primeira vez ao Brasil.

A relação de amizade do Bastards com algumas bandas curitibanas se solidificou nos últimos anos, culminando com o convite para fazer parte desta edição do festival. “Depois de ouvirmos muitas coisas incríveis de amigos de bandas que tocaram no festival, estamos muito felizes e ansiosos para tocar neste Psycho Carnival! Em novembro de 2016, fizemos uma turnê pelo sudoeste dos Estados Unidos com nossos irmãos do Sick Sick Sinners. Depois de conhecermos os rapazes melhor e tocarmos em várias cidades com eles, eles nos pediram para que fizéssemos parte desse grande festival. Já ouvimos muitas coisas sobre isso, então, sem hesitação, dissemos que sim!”, diz Eddie.

Mesmo com o pouco tempo em atividade, a discografia do grupo já conta com dois álbuns lançados: “Zombie Apocalypse (2013) e “A Perfect Night To Die” (2015). Atualmente, a banda está finalizando o seu novo trabalho, “Dead Head”, que deve ser lançado em breve pela gravadora alemã Crazy Love Records.


O som do Cursed caminha pela linha mais agressiva do Psychobilly, ao estilo do trio curitibano Sick Sick Sinners e da banda holandesa Cenobites. A apresentação do grupo no Psycho Carnival, inclusive, acontece na mesma noite da banda curitibana Os Catalépticos, outra influência do Cursed Bastards. “Para nós, o Brasil é um novo território e estamos ansiosos para tocar para os psychobillies daí. Sabemos que eles trabalham duro para realizar um festival deste calibre a cada ano. A programação que eles montam é sempre incrível, então, estamos muito agradecidos por fazer parte disso”, elogia.


Share on Google Plus

Sobre Bone Shaker

Idealizador do site Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!