Brown Vampire Catz - Um dos veteranos do Psycho Carnival

The Brown Vampire Catz. Foto: Pri Oliveira / Cwb Live
Por Marcos Anubis. CWB Live
“Se não me falha a velha e vampiresca memória, nós já tocamos em 14 edições do festival! Acho que já somos considerados ‘pratas da casa’ (risos)”. A declaração bem-humorada do guitarrista e vocalista do The Brown Vampire Catz, Preto Aranha, retrata bem a intimidade que o grupo tem com o Psycho Carnival. No dia 11, mais uma vez, Preto e seus companheiros, Fagner Farofa (baixo e backing vocal) e Fabrício FatCat (bateria e backing vocal), serão uma das atrações do festival, no Jokers.

Formado no ano 2000, o grupo conta com dois álbuns lançados: o EP “Psychobilly Bloody” (2001) e o CD “Makabre Funeral Memory” (2008). A mais recente apresentação do The Brown Vampire Catz no festival aconteceu em 2016 e é considerada pela banda como uma das mais especiais. “Foi uma das melhores! A grande energia do público tomou conta de toda a nossa alma e dividimos o palco com várias celebridades da cena psychobilly. Uma delas foi o Theo, baixista do Frenetic Trio. Tocamos a música ‘Bring me another beer’ com dois baixos e foi bacana às pampas!”, relembra Preto.


Nesse show, um fato que chamou a atenção foi a presença do baixista da banda holandesa Cenobites, P. G. Vogeli, que ficou na beira do palco até o fim, assistindo ao show dos londrinenses. Esse respeito demonstrado por Vogeli, integrante de uma das mais importantes bandas do psychobilly europeu, tem suas raízes há quase uma década. Em 2010, o The Brown Vampire Catz excursionou pela Europa para lançar o álbum “Makabre Funeral Memory” e teve a oportunidade de conhecer parte da cena no Velho Continente. “Tocamos em alguns lugares na Alemanha e na Holanda. No show em Rotterdam, o Vogeli inclusive foi nos prestigiar”, conta.


Share on Google Plus

Sobre Bone Shaker

Idealizador do site Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!