Shock Rock - Programa #15 (18/07/2017)

O Rockabilly obscuro, o lado B da música dos anos 50, a música que The Cramps, The Meteors e muitas outras bandas de Psychobilly ou Punk Rock homenagearam em discos e gravações sensacionais.

Vince Taylor, autor original da música "Brand New Caddilac" - que depois foi regravada The Clash - foi um grande cantor, com grande performance, mas que não conseguiu chegar a ser um astro como gostaria, e isso acabou destruindo a sua carreira.

Macy "Skip" Skipper, autor de "Bop Pills" - gravada por The Cramps - cantor de grande talento, foi outro caso, que mesmo estando no lugar e na hora certa, não conseguiu chegar no estrelato. Estava na Sun Records em 1956 com o single gravado, mas Sam Phillips resolveu apostar o seu dinheiro em Jerry Lee Lewis, o material só foi lançado anos depois, perdendo toda possibilidade de ter sucesso.

Isso é um pouco do que o 15º Programa Shock Rock que foi ao ar no dia 18 de julho de 2017, vai tocar que, além de clássicos como Warren Smith e o revival do rockabilly The Blasters, ainda vai ter Bob Wayne, The Defectors, The Highliners, Dypsomanixe, Ruby Ann, The dead Rocks, e muito mais.

Apresentação: Vlad Urban 

Bloco 1
Vince Taylor and his Playboys - Brand New Cadillac
Blue Flame Combo - Ask
Francine - Call Me
Maryann and the Tritones - Kitten Walk
The Rhythm Shakers - Ultra Twist

Bloco 2
Macy Skip Skipper - Bop Pills
The Blasters - No Other Girl
Bob Wayne - Mack
The Highliners - My Daddy Is A Vampire
Dypsomaniaxe - One Too Many

Bloco 3
Warren Smith - Red Cadillac and a black moustache
Ruby Ann - Bossman
The Dead Rocks - Preciso Me Encontrar
The Defectors - It's Gonna Take Some Time
Surf Rats - Lonely Drive 

Ouça abaixo pelo Mixcloud 

Share on Google Plus

About Bone Shaker

Idealizador do site Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!