O Psychobilly Em Curitiba - Da Chegada do Gênero no Brasil, aos Grandes Festivais

O Psychobilly Em Curitiba - Da Chegada do Gênero no Brasil, aos Grandes Festivais
Foto de Andhye Iore - Psycho Carnival 2013 (Curitiba, PR)

"O Psychobilly Em Curitiba - Da Chegada do Gênero no Brasil, aos Grandes Festivais". O título do artigo é tema da monografia de Rafael Roccini Mello, mais conhecido como "Cidadão Rancor", ex-baterista do Ovos Presley, atual Faca Cega, defendida em 2010, para obtenção do título de Bacharel em Ciências Sociais pela UFPR - Universidade Federal do Paraná.

O trabalho aborda todo um contexto histórico do estilo, englobando suas influências e definições de termos e atitudes que usamos habitualmente no cotidiano psycho. O autor faz referência aos outros estilos "pais" do Psychobilly, o Rockabilly e o Punk Rock em sua trajetória até enraizar no surgimento deste novo gênero de música. O surgimento da cena, a chegada no Brasil e sua materialização nas pessoas, bandas e em festivais também estão presentes no texto, como sugere no seu resumo:
A partir de um levantamento histórico do surgimento do gênero musical intitulado Psychobilly e sua eventual chegada ao Brasil, foi realizada uma pesquisa sobre seu desenvolvimento nacional e sobre algumas das bandas que se destacaram ao longo destes anos. Foram estudados também alguns eventos de maior relevância, culminando nas últimas edições do Psycho Carnival, atualmente o maior festival nacional do gênero, reconhecido mundialmente. O trabalho se desenvolveu através de uma etnografia que envolveu observação participante com permanência de longo prazo dentro do grupo pesquisado, além da realização de entrevistas e pesquisa documental. Buscamos descobrir o caráter do psychobilly brasileiro, a importância da cidade de Curitiba, PR para o gênero e como se dá o envolvimento das pessoas com o estilo. Fundamentando a pesquisa através de trabalhos sobre cultura, grupos juvenis, identidade e pertencimento, em autores como os de Simmel, Wacquant e Reguillo verificamos a maneira como o psychobilly se desenvolveu e meios que utilizou para se difundir. Por fim como, impulsionada por sentimentos, e sendo uma expressão de sensações, o psychobilly exprime ao mesmo tempo, individualidade e pertencimento à um grupo, e sua consequente diferenciação com os demais.

Leia o trabalho, na íntegra, abaixo:


Stay Psycho!
Share on Google Plus

About Bone Shaker

Idealizador do site Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!