Psychobilly pelo Mundo - Alemanha

Cerveja, strudel, chucrute, Beethoven, cerveja, pretzel, salsicha, castelos, cerveja... sim, estamos falando da Alemanha (país também conhecido por alguns brasileiros como "7x1"). A Alemanha é uma referencia para psychobilly de onde vem algumas bandas indispensáveis para o gênero.



No psychobilly, falar de bandas alemãs é tão complicado como falar de bandas americanas ou inglesas, pois estamos falando de um país expoente do gênero onde a todo tempo aparecem ótimas bandas por lá.

Graças a sua proximidade com o berço do psychobilly (Inglaterra), este país tem participado desde o inicio de tudo, construindo uma cena consistente.

Diz a lenda que na Alemanha tem mais psychobilly do que cerveja e salsicha, prova disso que Oktoberfest tem só uma vez no ano e festival de psychobilly tem vários, como por exemplo o Psychobilly Earthquake (Bremen), o Psychomania Rumble (Potsdam) e o Satanic Stomp. Brincadeiras a parte, a qualidade de suas bandas se equipara a qualidade das suas cervejas. Justo, para o berço de gênios como Bach, Händel, Wagner e Brahms.

Não temos como apresentar neste espaço todas as bandas deste país que possui um povo doido, que bebe bastante cerveja, fala tipo tossindo e come deliciosas comidas estranhas. Indo direto ao assunto mais ligeiro que o Schumacher, apresentamos uma lista com algumas das bandas alemãs mais famosas de psychobilly:


Bad Dooleys

O Bad Dooleys foi uma das primeiras bandas alemãs de Psychobilly, iniciando atividades em 1985. Lançaram seu primeiro álbum 'Shark Attack!' em 1987 pela KIX4U. Trazendo 8 faixas bem ao estilo clássico do psychobilly oitentista, a banda chamou a atenção logo de cara. Este álbum virou item de colecionador (pois não foi relançado em outro formato) e discoteca básica. Em seguida vieram 'Bad Dooleys', em 1988 e 'No Escape' em 1993. Após isso, em 1997, a banda parou de tocar por quase 15 anos até que em 2012 saiu King of The Sea, colocando a banda novamente na ativa e com força total até os dias de hoje.




Wreck Kings

Banda da cidade de Münster fundada em 2009 que toca um som forte e pesado, fazendo jus ao "wreck" do nome. O Wreck Kings é uma banda relativamente nova, lançaram seu primeiro trabalho 'Under Pressure' em 2010, pela Crazy Love Records. Tem um relativo sucesso no velho continente sempre tocando pela Europa inteira e também em outros continentes, como no caso do Brasil. Figuraram em festivais como o Psycho Carnival, Bedlam Breakout, Psychout Circus, Psycho Bash e Psychobilly Earthquake, acompanhado dos maiores nomes do gênero.






P.O.X.

Banda clássica e conhecida por tentar fugir dos padrões do psychobilly "tradicional", mesclando em sua musica outros gêneros musicais. Chamou a atenção por muitas vezes trocar o baixo acústico pelo elétrico, e em alguns casos até retirando completamente o baixo da musica. O P.O.X. sempre se preocupou em fazer um som diferente do que vinha sendo feito pelas outras bandas da cena. Além trazer elementos de outros estilos musicais, suas composições fogem dos clichês do psychobilly clássico, as vezes tocando com uma guitarra super distorcida e até utilizando samplers, coisas que não eram nada comuns no jovem psychobilly da metade dos anos 80. Com isto conseguiram introduzir o psychobilly para públicos de outros gêneros.
O P.O.X. foi formado em 1982 na cidade de Hannover e a sigla significa “Psychobilly Orchestra X”, sendo a primeira banda da Alemanha. Eles deram uma pausa em 1986 voltando para apresentações ocasionais a partir de 1991.






Bonsai Kitten

O Bonsai Kitten vem de Berlin fazendo um psychobilly melódico e pesado. Foi formado em 2005 e lançaram seu álbum de estreia em 2007, colocando a banda no circuito de shows da Europa, acompanhando tanto bandas de psychobilly como renomadas bandas de punk rock. Com músicos competentes e um afinado vocal feminino eles fazem parte da elite do psychobilly europeu, se auto denominando "Killbilly". A partir de 2015 resolveram trocar o baixo acústico pelo elétrico como pode ser visto no vídeo abaixo:





Chibuku

O Chibuku dispensa apresentações, pois já estiveram presentes no Psycho Carnival de 2003, 2004 e 2009. Sendo que na tour brasileira de 2009 passaram por São Paulo, Curitiba, Maringá e Rio de Janeiro. Com seu psychobilly insano utilizando temáticas de terror inspiradas pelo próprio capeta, tocam uma musica pesada com vocal "rasgado", guitarras distorcidas e muita energia...





Damage Done By Worms

Banda clássica de psychobilly "oldschool" vinda de Berlin. A historia da banda começa em 1989 mas seu debut veio apenas em 1995 com o 'Evil Eyes' pela Crazy Love Recs. A partir daí a banda já teve 4 baixistas oficiais, sempre mantendo a proposta inicial (que segundo eles é um rock n' roll com influencias de psychobilly, surf, rockabilly e punk). Mesmo trocando varias vezes de baixista, o guitarrista Marco e o baterista Heiko continuam na banda desde a fundação. Estiveram no Brasil em 2009 para uma apresentação especial no Red Foot Stomp, em Londrina.




Pitmen

O Pitmen foi fundado em 1995. Em 1996 gravaram uma demo que chamou a atenção da gravadora Crazy Love Records que lançou o EP “Misfits”. Tiveram uma boa aceitação do publico desde o começo já tocando com as maiores bandas na época, como o Meteors. Em 2003 decidiram dar um tempo com a banda, onde cada membro aproveitou para tocar em bandas de outros estilos. Em 2007 eles voltaram a ensaiar e fazer shows novamente.




Scum Rats

O Scum Rats faz um psychobilly frenético com um baixo furioso, bateria certeira e uma guitarra acelerada.
O álbum 'Go Out In A Scum Dream' lançado em 1989 é um clássico indispensável para qualquer fã de psychobilly.
Uma boa ideia do que pedir para o Krampus de Natal.






Scallywags

O Scallywags faz parte da primeira geração do psychobilly e tocavam o psycho clássico característico da metade dos anos 80. Lançou apenas dois álbuns: 'Speed On 45' (1987) e '3 Of A Kind' (1988) que continha musicas muito divertidas e criativas como esta a seguir:





Retarted Rats

O Retarded Rats iniciou atividades em 2009 na cidade de Leipzig e é muito respeitada dentro da cena europeia. Já lançaram 2 álbuns e 2 EPs sempre dentro dos padrões do "oldschool" e são bem presentes em todos os maiores festivais da Europa.





Grave Stompers

O Grave Stompers iniciou suas atividades em 1993 na cidade de Fürstenfeldbruck. Começaram tocando o psychobilly tradicional mas com o tempo seu som vem ficando cada vez mais e mais pesado com influencias até de Heavy Metal. Lançaram seu debut 'Rising from the darkside' em 1997.








The Roughnecks

O The Roughnecks é uma das bandas clássicas de psychobilly da Alemanha que teve seu inicio em 1984. A partir do lançamento de 'Saddle Soap' em 1986 eles adquiriram uma boa reputação junto ao publico Neorockabilly da época, o que os levou a ter uma agenda lotada por todo o país. Tanta convivência acabou por deteriorar um tanto as relações internas e depois de uma apresentação em um programa de TV, eles brigaram feio e a banda acabou.
Após o fim da banda cada um foi para um lado e muitos anos se passaram até que eles resolveram voltar a tocar. No momento a banda está ativa inclusive estando confirmados para o Psychomania Rumble em 2017.






Mad Sin

Como falar de psychobilly alemão sem falar de Mad Sin? A banda mais querida e clássica de todas formada em 1987 por Köfte, Stein e Holly, que continuam na banda até hoje. Começaram tocando rockabilly pelas ruas e botecos de Berlim e estão cada vez mais powerpsycho. É a banda de maior sucesso da sua cena, alcançando públicos de outros estilos também. Seu álbum mais famoso é o 'God Save The Sin', de 1996 que pode ser conferido abaixo:




Mas é claro que não se resume a apenas estas, não deixe de conferir também as bandas (alguns nomes estão com seu respectivo link do facebook):

56# Alley Chaps, Bad Reputation, Bierbillys, Bloodstrings, Boozehounds, Brainblasters, Cat O'Nine Tails, Creeping Demons, Deafmen, Desert Drive Devils, DiggerZ, Eddyhez, Thee Flanders, Hellcatraz, Holy Hack Jacks, Johnny Flesh & The Redneck Zombies, KDV & The Deviators, Messerstecher Herzensbrecher, Minestompers, Out Of Luck, Pilgrims, R.A.T.S., Rampires, Rat Monkeys, Reverend Elvis & The Undead Syncopators, Ripmen, Rusty Robots, Scum Boys, Sewer Rats, Splash Bones, Sunny Domestozs, Tazmanian Devils, Tombstone Surfers, Waltons, X-Ray Guns... e inúmeras outras.
Share on Google Plus

About Vagner Rocker Gt

Na sinuca da vida eu sou a bola branca. Aprendiz de alcoólatra, não tenho dinheiro nem deus no coração. Sou graduado em muitos nada e gosto de falar sozinho mas beber acompanhado. Costumava aparecer quando rodava o disco da xuxa ao contrario, mas agora posso ser encontrado tocando psychobilly por aí, em http://deicidasuicida.blogspot.com.br/ ou https://www.facebook.com/rockergt
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!