22º Psychobilly Fest - Conheça as Bandas


Um dos mais importantes eventos do Psychobilly brasileiro chega a sua 22ª edição. O Psychobilly Fest que acontecerá em outubro, vai trazer ao palco bandas de todos os tempos, reunindo amigos, velhos e novos em um ambiente de festa para celebrar a cena nacional do psycho.

No line-up deste ano estão Mongo, Diablo Cabron, Skullbillies, Krappulas, Cwbillys, Sick Sick Sinners e Ovos Presley tocando no 92 Graus, a partir das 18:00 no dia 01 e No Parole e The Mullet Monster Mafia no Lado B no dia 02, a partir das 20:00.

Os ingressos estão disponíveis no 92 Graus e para quem quiser ter a comodidade de comprar pela internet, estão disponíveis também no Sympla, neste link https://www.sympla.com.br/xxii-psychobilly-fest__85684.

O valor da entrada para quem comprar antecipadamente será R$20,00 para os shows do dia 01 e a entrada no dia 02 será franca.

Como de costume, veja abaixo uma breve descrição das bandas que irão participar este ano. 

Ovos Presley (Curitiba, PR) 01/10
O Ovos dispensa apresentações, mas seguindo a regra, vamos lá. Sendo uma das bandas mais antigas do Psychobilly brasileiro, surgida em Curitiba no ano de 1991, com uma proposta simples e despretensiosa de alguns amigos que, entre intervalos de aulas e bebedeiras de final de semana decidiram se reunir como banda para se divertir entre acordes e cervejas, em garagens de amigos ou palcos improvisados dos botecos locais. Mas foi apenas em 1993 que a banda realmente tomou forma e realizou seus primeiros ensaios.
Foto: Divulgação
Em meio à cena Punk e Psycho da cidade a banda foi se estabelecendo. Passou por algumas mudanças na
formação, lançou fitas-demo, deu às caras em pequenos shows, participou de coletâneas locais e nacionais, festivais e, após 10 anos, lançou seu primeiro disco, “A Date With Ovos”.

Atualmente com 25 anos de história, contando com participações em programas de rádio e TV e presença em grandes shows e festivais do Brasil e fora, ao lado de grandes nomes do Punk, Hardcore, Psychobilly, e diversas outras vertentes do Rock, o Ovos Presley é considerado um dos grandes nomes do Psychobilly nacional.

Após longa espera a banda lançou em 2012 seu segundo disco, “PsychoPunk´a´BillyBoogie”, primeiro trabalho com a formação atual com Ademir (Vocal), Wallace (Guitarra), Nei (Baixo) e Cidadão Rancor (bateria). Neste álbum foram gravadas músicas de diferentes épocas, algumas muito antigas e outras inéditas, e variadas também são as influências utilizadas, como o próprio nome sugere.

Saiba mais sobre a banda: 
http://ovospresley.blogspot.com.br
https://www.facebook.com/OvosPresley 
http://www.vagalume.com.br/ovos-presley
http://www.last.fm/pt/music/Ovos+Presley 
https://myspace.com/bandaovospresley
 


Sick Sick Sinners (Curitiba, PR) 01/10
Sem sombra de dúvidas é a banda mais importante do Psychobilly Nacional. Formada em 2005, quando Vlad e Mutant Cox, nos fins dos dias dos Catalépticos, se uniram a Magrão e gravaram em 2008 o primeiro álbum "Road of Sin". Desde então, a banda está presente nos maiores eventos de Psychobilly do mundo.

Foto: Pri Oliveira / Cwb Live
Em 2011 foi lançado o EP "Hospital Hell" e em 2014, o álbum "Unfuckingstoppable", que rendeu uma tour que já passou pela Europa, EUA, México, Brasil e está ainda de vento em popa passando por tudo quanto é canto.

Neste último álbum o posto de batera do Sick Sick Sinners ficou a cargo de Emiliano Ramirez, que também faz parte da Mullet Monster Mafia, que tocará no dia 02/10

O Sick Sick Sinners se consolida como um expoente do Psychobilly no Brasil tendo se destacado por sua qualidade musical e empenho dos integrantes. A banda vem quebrando barreiras, levando seu nome e o do estilo, se infiltrando em outras vertentes musicais, o que acaba atraindo a atenção do público que jamais ouviu falar em Psychobilly. 

Saiba mais sobre a banda:
https://www.facebook.com/Sick-Sick-Sinners-134873633221714
https://twitter.com/sicksicksinners
http://www.vagalume.com.br/sick-sick-sinners/
https://myspace.com/sicksicksinners



Krappulas (Curitiba, PR) 01/10
Com mais de duas décadas de estrada, o grupo é um dos mais antigos e respeitados da cena Psychobilly brasileira. A banda teve início em 1991 como Dráculas Krápulas e pouco depois assumiu a sua identidade atual. “Consultamos um numerólogo e tarólogo e ele não teve dúvidas ao nos dizer: ‘Para fazer sucesso tem que ser Krappulas’. Aí já era”, diz o vocalista Breno. 

Foto: Divulgação
As influências do grupo passam por nomes como The Cramps, Alien Sex Fiend, Missionários, Meteors e Guana Batz, entre outras. A formação atual do Krappulas tem Cris (bateria), Andre Manolo (baixo), David (guitarra) e Breno (vocal). Sua discografia é uma das mais extensas entre as bandas curitibanas, com dez trabalhos lançados, entre coletâneas e CDs autorais. O Kráppulas esteve presente, inclusive, no line do 1º Psychobilly Fest que ocorreu em 1996, junto com Maniac Rockers e Ovos Presley.

Saiba mais sobre a banda:
https://pt-br.facebook.com/Kr%C3%A1ppulas-231531103530870
https://myspace.com/krappulas
 

Cwbillys (Curitiba, PR) 01/10
Em 2016 o Cwbillys completa 10 anos de carreira. Foi formada em fevereiro de 2006 por Bruno B. Rocker, Dani Cash e Pepeu Flukeman com o intuito de tocar um som próprio em português sob as influências do Rock'n Roll clássico, Rockabilly, Country, Blues e Psychobilly. Em 2007 lançaram a primeira demo da banda, intitulada ‘Single’ contendo cinco faixas próprias. No final de 2007 Dani Cash deixa as baquetas e quem assume é Murilo Duma (ex-Psicotrópicos Deluxe e ex-Sick Sick Sinners).
Foto: Divulgação

Em 2010 o CWBillys é convidado para participar do projeto ‘Gravando Curitiba’ da Fundação Cultural de Curitiba, no qual foi gravado no estúdio Audio Stamp o CD ‘Gravando Curitiba’, também com cinco faixas próprias. Em 2011 por motivos pessoais Duma deixa a banda e passa a vez para Clau Sweet Zombie (As Diabatz). Em 2013 o trio lança seu primeiro álbum oficial, intitulado ‘Psycho-Rocker até os Ossos’, contendo treze faixas gravadas no estúdio Clini Records.

Desde então, o Cwbillys vem tocando em diversos festivais, levando ao público suas músicas autorais com letras em português falando sobre temas como hot rods, pin ups, bebedeiras, caipiras, noitadas e terror B.

Saiba mais sobre a banda:
https://www.facebook.com/bandacwbillys
https://www.palcomp3.com/cwbillys
https://www.instagram.com/cwbillys



Skullbillies (Curitiba, PR) 01/10
O Skullbillies é uma banda na "nova geração" que surgiu na capital paranaense nos últimos anos. Formada no fim de 2013, conta atualmente com Guilherme "Thrash" Eggers (vocal), Rocker GT (guitarra), Bone Shaker (bateria) e, desde o último Psycho Carnival, em 2016, com Pepeu Flukeman (Cwbillys) assumindo os baixos. A banda tem como característica um som pesado e rápido, unido a letras em português, sarcásticas e mórbidas com muito sangue.
Foto: Divulgação

Tendo feito mais de 20 apresentações no circuito Curitiba/Santa Catarina, o Skullbillies tocou na vigésima edição do Psychobilly Fest. Em 2015 participaram da "Coletânea Psychozidos" junto com as bandas Zabilly, Tampa do Caixão, Diablo Cabron e B.Booms. Também participaram da coletânea virtual “The more I work, the faster my money goes – Coletânea Rockabilly & Psychobilly”, organizada pelo site "Nada Pop" e da Coletânea "Reflexo do Espelho - Tributo ao Câmbio Negro HC", lançado em 2016, pelo selo Microfonia Records, o qual a banda participa com uma versão psycho da música "Descontrole".

Em 2016 a banda tocou na primeira edição do Psychobilly Attack Paraguay em Assunção junto com o Ovos Pesley e vem, desde então, tentando firmar sua formação para a gravação do primeiro CD.

Saiba mais sobre a banda:


Diablo Cabron (Curitiba/PR) 01/10
A banda formada em 2013, com Fabrício Melo (Guitarra e Vocal), Jeferson Jef (Baixo) e Sandro Nekromonsters (Bateria) vem alcançando uma ótima repercussão no cenário Psychobilly, tendo tocado em vários eventos e festivais como o Psychobilly Fest e o Psycho Carnival e com uma carreira promissora no gênero.  

Foto: Pri Oliveira / Cwb Live
Surgida na nova onda de bandas da capital Paranaense, o Diablo Cabron mistura elementos do Psychobilly clássico com toques de western e as influências pessoais de cada integrante. A expectativa de ver a banda ao vivo é superada ao se encontrar um trabalho coeso e bem desempenhado com músicas empolgantes e bem trabalhadas.

Em 2015 participaram da "Coletânea Psychozidos" junto com as bandas Zabilly, Tampa do Caixão, Skullbillies e B.Booms e promete várias novidades para os próximos meses.

Saiba mais sobre a banda:


Mongo (Curitiba, PR) 01/10
O Mongo é a nova proposta de G-Lerm (vocal) e companhia, no Psychobilly. Esta será a apresentação de estreia da banda que vem com uma nova proposta daquela que era executada já há mais de 10 anos com o Chernobillies. 
Foto: Divulgação
Com letras em inglês e uma pegada diferente no som, a banda aposta com uma formação de peso com Arilton (guitarra), Ricardo Crespo (baixo) e Matheus Moro (bateria) para trazer ao público a sua nova proposta que com certeza será de uma qualidade excepcional e com muita festa que é o que os caras sabem muito bem fazer.

Saiba mais sobre a banda:

The Mullet Monster Mafia (Piracicaba, SP) 02/10
O trio de Piracicaba, SP, formado por Emiliano Ramirez (Bateria), Ed Lobo Lopes (Guitarra) e Marcondez Verniz (Baixo), com certeza irá movimentar a pista do Psycho Carnival com seu som completamente frenético e empolgante. O "Surf Thrash Lenha", como é intitulada sua música, é uma mistura de Dick Dale, The Surfaris, Link Wray, Slayer entre outros. Um puta som para quem gosta de um power surf de primeira qualidade.
Foto: Divulgação

A banda já lançou 3 álbuns sendo eles: Power Surf Orchestra (2009), Dogs of the Seas (2011) e Clash of the Irresistible (2013). Os dois primeiros foram relançados em uma edição especial em Picture Disc de 12'' + bônus especial, exclusivamente na edição do Psycho Carnival 2016 com uma tiragem limitada de 300 cópias.

Com certeza um item obrigatório a ser adquirido. Com agenda cheia, os caras surfam pelo Brasil e fora dele, mostrando o que sabem fazer de melhor. 

Saiba mais sobre a banda:



No Parole (Curitiba, PR) 02/10
No Parole é a nova proposta de Mutant Cox (Sick Sick Sinners, Hillbilly Rawride, 99 Noise Again), Osmar Caveira (Hillbilly Rawride) e Ivan Rodrigues (Escambau, Magaivers) com a proposta de tocar clássicos e fazer releituras do Psychobilly, Garagem, Country, Rockabilly e muito Rock n' Roll.

Foto: Divulgação
A banda criada em 2015 entrou no circuito de shows e eventos da cidade com sua música bem trabalhada e trazendo ao público o prazer de escutar grandes clássicos com um time de sucesso do cenário musical curitibano.

Saiba mais sobre a banda:


Stay Psycho!
Share on Google Plus

About Bone Shaker

Criador do Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!