Coletânea - Curitiba em 3 Acordes

Esta semana foi lançada a página no Facebook do projeto "Curitiba em 3 Acordes". Este projeto surgiu da vontade em homenagear antigas bandas do underground curitibano. Nasceu assim, a ideia de resgatar a velha sonoridade das ruas da cidade, porém, com uma nova roupagem para músicas já escritas, reproduzidas por bandas novas e ativas no cenário. 

A proposta do projeto é que 24 bandas (pós anos 2000) regravem uma música de 24 bandas (pré anos 2000) e, assim, estimulem a produção underground, criando vínculo entre bandas que estão sempre presentes nas casas de shows e bares da capital paranaense. 

As bandas gravarão no estúdio RG Records em Colombo, PR e a ideia inicial é que elas não precisem arcar com os custos da produção. Por isso, o projeto solicita o apoio de todos que realmente acreditam na cena curitibana. Será desenvolvida inclusive, através da plataforma Kickante, uma campanha para arrecadar contribuições para a viabilização do projeto.

Algumas bandas já estão confirmadas na coletânea/tributo como a  Tijolada S/A, Rabo de Galo, Sem Futuro, Naome Rita, Repelentes, B.Booms, Piolhentos, entre outros grandes nomes da cena underground da capital paranaense. Dentre o cast estão incluídos os representantes do Psychobilly: Zabilly e Skullbillies, bandas da nova safra que surgiu em Curitiba nos últimos anos. 

Entre as bandas homenageadas podemos contar com um time de peso como Ovos Presley, Os Catalépticos, Kráppulas, Os Cervejas, Missionários, Repelentes, Limbonautas, Boobarellas, Eles Mesmos, entre outros.

Nos próximos dias serão divulgados mais detalhes do projeto. O Psychobilly Brasil apóia esta causa. Acompanhe aqui as novidades que surgirão. Não deixe de curtir a página no Facebook e ajude a divulgar a ideia.

Stay Psycho!
Share on Google Plus

About Bone Shaker

Idealizador do site Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

1 comentários:

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!