Psychobilly - Subgêneros


Como abordado em um artigo anterior (por onde começar), comentamos como o gênero Psychobilly tem se modificado com o passar dos anos, cada nova banda trazendo suas influencias externas que vão desde a Surf Music até o Heavy Metal passando pela musica mexicana, bluegrass, hardcore, etc.

O Psychobilly nos permite absorver e agregar qualquer influencia e ainda assim manter a essência, permitindo que cada um desenvolva de acordo com a sua cultura. Talvez por isso que as bandas britânicas são diferentes das americanas, que são bem diferentes das russas, que são diferentes das brasileiras.

Simplificando e generalizando, dividimos o Psychobilly em três gerações:

- A primeira geração é composta pelas primeiras bandas que juntavam o rockabilly com o punk rock de uma forma mais básica e direta, como Meteors, Guanabatz, Batmobile, Klingonz, Sharks, Meantraitors, Frantic Flintstones, Stingrays, Skitzo.

LEIA TAMBÉM:
Psychobilly - Como Explicar o que é Psychobilly para uma pessoa "comum"
Psychobilly - Por Onde Começar
Psychobilly - O Power Psychobilly ou "powerpsycho"

- Ainda na metade dos anos 80 e começo dos anos 90 uma leva de bandas mais barulhentas e pesadas surgiram fazendo um som um pouquinho diferente das pioneiras, adicionando ainda mais maldade e distorção ao seu som como: Demented Are Go, Mad Sin, Torment, Godless Wicked Creeps, Nekromantix, Los Gatos Locos. A coletânea Rockabilly Psychosis and the Garage Disease foi um marco desta segunda geração.

- A terceira geração veio junto com a disseminação do psychobilly pelos Estados Unidos. Com ela vieram bandas com um peso diferente, muitas se aproximando mais do hardcore e de bandas como o Misfits. Com uma divulgação maior pelos EUA, houve a agregação de outros estilos como hardcore, indie, heavy metal, new wave, surf, country e até ska (!!!). Rezurex, Koffin Kats, Tiger Army, Barnyard Ballers, Chop Tops, The Brains, Living End e Zombie Ghost Train são exemplos. Também foi o inicio de bandas mais extremas como Asmodeus, Catalépticos e Battle of Ninjamanz.

- No momento atual vejo uma quarta geração que esta cada vez mais se distanciando do punk e indo mais para o lado do jazz, blues e do rockabilly americano (estilo definido como "old school"). Bandas como The Grims, Tabaltix, Astro Zombies e The Frogs fazem parte desta nova turma.

Dá pra ver que as bandas de antigamente são bem diferentes das atuais. O psychobilly continua crescendo, evoluindo, se diversificando, e cada uma dessas miscigenações criou um subgênero, vamos colocar abaixo alguns dos que mais se destacam:

Punkabilly - Este é o mais difícil de classificar, pois qualquer banda sem baixo acústico já é automaticamente rotulada assim. Basicamente seria o psychobilly com uma porcentagem mais evidente de punk rock: Nitkie, Hyperjax, Kryptonix, The Peacocks, Alfabet Bombers, Elvis Hittler, Coffin Nails, Rampires, Koffin Kats, Meantraitors.



Powerpsycho - Bandas que acertaram naquela mistura improvável com estilos de musica ainda mais pesados: Cenobites, Battle Of Ninjamanz, Calavera, Os Catalepticos, Hellbillies, Mad Mongols, Banane Metalik.


Surfabilly - Bandas com uma influencia mais evidente na surf music: Gein and the Graverobbers, Ghastly Ones, The Surfin' Dead



Oldschool - Bandas cujo maior influencia é o rockabilly e o blues: Reverend Horton Heat, Batmobile, Ricochets, Mistery Gang, Sharks, Quakes,  Magnetix, Peabrains, Pharaos.



Trashabilly - Hasil Atkins, Bloodshot Bill, Cramps, Marauders, Screamin Lord Sutch, Reverend Beat Man



Neo Rockabilly - Furious, Roughnecks, Reckless Ones, Rockabilly Mafia, Restless, Caravans, Polecats, Cousin Harley.



Cowbilly = Psychobilly mais fundamentado no country: Manic Pistoleros, Tokyo Skunx, Gunsmoke, Hillbilly Casino, Beat Devils, Raygun Cowboys, Damage Done By Worms



Não podemos deixar de lado o Psychobilly melódico de bandas como Tiger Army, The Rocketz, The Brains, Astrophonix e Living End, que até encontra um pouco de preconceito por parte de alguns catedráticos entendedores de Psychobilly e costuma ser chamado de "emobilly" (ou até "universitario" hehe) mas tem grande bandas.

Rotular o som de uma banda é uma questão muito subjetiva pois tudo depende de como os entendedores preferem classificar ou como a própria banda quer ser conhecida. Algumas bandas ate tentam inventar seu próprio, por exemplo a banda The Space Cadets se denomina "Astrobilly", a banda Tedio Boys diz que toca "Porkabilly", Goddamm Gallows usa "Gutterbilly", Luizsons se denomina "Macoñabilly"... e por aí vai.

Alguns rótulos no fundo são ate bobos e redundantes: trashabilly e horrorbilly por exemplo, a maioria dos temas, musicas e visual já é focada no gênero horror/terror/tosqueira. Killbilly (death metal com psychobilly), thrashabilly e powerpsycho são praticamente sinônimos. Se juntar tudo isso aí em cima vai resultar em uma só coisa: Psychobilly... mas enfim, não fomos nós que inventamos tudo isso

Espero que este artigo tenha servido ao menos para entreter, se você tiver sugestões de mais subgêneros (existem muito mais), compartilhe comentando lá embaixo!

CONTINUA...

Esta matéria foi publicada também no site Whiplash. Clique AQUI para acessar.
Share on Google Plus

About Vagner Rocker Gt

Na sinuca da vida eu sou a bola branca. Aprendiz de alcoólatra, não tenho dinheiro nem deus no coração. Sou graduado em muitos nada e gosto de falar sozinho mas beber acompanhado. Costumava aparecer quando rodava o disco da Xuxa ao contrario, mas agora posso ser encontrado tocando psychobilly por aí, em http://deicidasuicida.blogspot.com.br/ ou https://www.facebook.com/rockergt
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

3 comentários:

  1. Vou sair caçando essas bandas por aqui. Já vi que o Psychobilly é muito amplo. Ótimo artigo!

    ResponderExcluir
  2. Vou sair caçando essas bandas por aqui. Já vi que o Psychobilly é muito amplo. Ótimo artigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helton, agradecemos sua visita e comentário. Dá uma olhadinha no índice de bandas, lá você vai encontrar uma infinidade de nomes e subgêneros: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1YbUL_A3KaoSdKtFCBH1ITxTfKxgIyZbcPCwoIv-f17o/pubhtml?gid=0
      Stay Psycho!

      Excluir

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!