Luisonz - Entrevista ao jornal "Ultima Hora"




O cantor e guitarrista, Fer, junto com a baixista Kim compareceram na redação do Última Hora para falar sobre suas apresentações na Argentina. Foram 4 dias de muito psycho e rockabilly, onde a banda Luisonz pode mostrar seu toque característico.

"Foi ótimo, as pessoas nos convidaram para tocar mais vezes", disse Fer. Kim acrescentou que, se eles chegassem no início de maio, teriam mais quatro apresentações programadas. Eles tocaram em Mar del Plata, no "Salón Pueyrredón" em Cultura del Barrio e no estúdio "Última Frontera", onde ensaia a lendária banda punk 2 Minutos, também tocaram em "Temperley".

"O estúdio foi ótimo, ele é um lugar lendário. Quando descemos do palco, os engenheiros de som nos disseram o quanto gostaram da banda", disse Fer.

Luisonz não tem nenhum material gravado. De acordo com Kim, em julho eles pretendem entrar em estúdio para gravar 6 ou 7 músicas. Ambos disseram que, apesar de terem alguns, não ficaram satisfeitos com o som. "Tem que refletir o que somos ao vivo, que é o que nos caracteriza", disse Fer.

Mesmo assim, isso não é um impedimento para a banda, que tem muitos vídeos sobre do público na web.Em agosto eles planejaram trazer a Mullet Monster Mafia, uma das grandes bandas de power surf de hoje. Com isso, Luisonz visa trazer mais grupos de psycho e rockabilly, assim como de surf, para criar uma cena em Assunção.

"Queremos que mais pessoas entendam o que fazemos, para ver que há um movimento em outros países", disse Fer.

O MMM tocará em 29 de agosto no "Absoluto Rock". Os ingressos estarão à venda em breve.

As perspectivas para o Luisonz são encorajadoras. Eles têm muita energia para tocar e continuar a promover o seu estilo, encorajados pela mini-turnê pela Argentina. "Nada pode nos parar agora", disse a baixista em tom meio sério e meio brincalhão.
Fonte: Ultima Hora

Página no Facebook: www.facebook.com/losluisonz

Share on Google Plus

About Bone Shaker

Criador do Psychobilly Brasil. Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de baterista e entusiasta na internet. Formado em História e amante da música. Descobriu o Psychobilly com o Sick Sick Sinners e desde então decidiu que queria aquilo para sua vida. É baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.
    COMENTAR COM GOOGLE
    COMENTAR COM FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

O Psychobilly Brasil agradece a sua participação. Volte mais vezes!
Stay Psycho!